www.flickr.com

Jeso Carneiro

Santarém (Tapajós, Amazônia) e cercanias - fatos, fotos e opiniões.



sábado, janeiro 05, 2008

Sucessão tranqüila

Apenas uma chapa, encabeçada pelo jornalista Minael Andrade (foto), da Rádio Rural AM, foi inscrita para a eleição da nova diretoria do sindicato que congrega trabalhadores de rádio e TV em Santarém.

O prazo de inscrição encerrou ontem, às 19h.

Denominada Edimar Rosas, a chapa traz ainda Gilberto Sousa (TV Santarém) como vice, além de Marlen Castro (1ª secretária), Elcilande Maia (2º secretário), Elcimar de Sousa (1º tesoureiro) e Claudenice Lopes (foto), 2ª tesoureira.

No próximo dia 18, será realizada assembléia geral ordinária do sindicato para aclamação (ou não) da única chapa inscrita.

O mandato é de 3 anos (2008/2010). Daleuson Menezes, eleito duas vezes, é o atual presidente do sindicato.

4 Comentarios:

Anonymous Anônimo Disse...

ki ki ki ki! Jeso, desculpa!!! Mas Minael Andrade pra presidente da Sindicato dos Radialista, até parece piada do ano 2008. Muda o nome mas a "panelhinha" continua a mesma. É por isso que ninguém leva a sério o Sindicato.
No inicio do mandato do Dadá, ele prometeu um sede e até agora nada.
E agora qual será o discurso do Minael.
Me disseram, que ele pediu pra ser candidato, pra não ser demitido da Radio Rural. Pode!!

05 janeiro, 2008 17:06  
Blogger Jeso Carneiro Disse...

Acho o seguinte: se há profissionais do ramo insatisfeitos com o que vc. denomina "panelinha" que articule uma chapa e, no voto, tente modificar o status-quo. Esse é o caminho.

06 janeiro, 2008 07:55  
Anonymous Anônimo Disse...

Meu amigo!!! Tente fazer uma chapa.É tempo perdido, isso já foi feito pelo radilaistas Bena Santana, Valdir Ribeiro, Antonio Junior, Ed Portela e Jota Sena, mas foi rechaçada pela "Panelinha" é por essas coisas, que os radilaistas Bena Santana e Antonio Junior se recusan em participar do Trofeu Imprensa.

07 janeiro, 2008 06:57  
Anonymous Anônimo Disse...

O grande problema de muitas pessoas que se auto intutulam "radialista" é que so sabem reclamar. Na hora de ir a luta pelo bem da coletividade, alegam sempre problemas pessoais. Na prática,essas pessoas garantem apenas o pão de cada dia. Um exemplo são as assembléias para aumento de salário. Uns 15 comparecerem, os interessados, como os membro da diretoria passada e os da chapa que ora se apresentam. Falar é fácil, na hora de agir é que se vê os verdadeiros radialistas...

09 janeiro, 2008 16:06  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home