www.flickr.com

Jeso Carneiro

Santarém (Tapajós, Amazônia) e cercanias - fatos, fotos e opiniões.



quinta-feira, janeiro 10, 2008

PT, partido de massas

Do advogado Maurício Leal Dias, a propósito do artigo As duas caras do pós-lulismo, de Tibério Alloggio:

Caro Tibério,

Penso que o que diferencia o Partido dos Trabalhadores dos demais partidos políticos é o fato dele não ser uma partido de quadros, onde as eminências pardas se sobressaem em relação aos demais filiados. O PSDB é um exemplo de partido de quadros.

Vejo no Partido do Trabalhadores um exemplo de um partido de massas, onde a sua verdadeira cara é a diversidade de movimentos sociais, sindicais que se fazem presentes nos debates partidários, dando vida ao PT, sem esses atores sociais o PT e seus quadros políticos não teriam hoje a importância na democracia brasileira.

Querendo ou não o Partido dos Trabalhadores é o partido que reflete, não de forma exclusiva, as aspirações e sonhos da classe trabalhadora brasileira.

Abraços, companheiro, e continue com os seus artigos, que são muito lúcidos e críticos, nos fazem pensar, e pensar é tão bom
.

2 Comentarios:

Anonymous Anônimo Disse...

Caneloni,ravioli,spaghetti,tagliarini,rondelli...ah!...gnocchi...huuum,o meu predileto...kkkkk

10 janeiro, 2008 17:28  
Anonymous Anônimo Disse...

O PT tem um trabalho de base que o conduziu ao sucesso de hoje, esse tipo de caminhada rumo ao poder é muito trabalhosa, os outros partidos preferem ir pelos atalhos, mídias bem elaboradas e convencimento áudio visual, mas são só estratégias, Lula não é esse cara todo que diz Tibério nem Fernando Henrique está sendo o que diziam que ele seria. Resumindo o povo é refém da mídia, sai dos holofotes da mídia que o povão não quer nem saber.

11 janeiro, 2008 11:23  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home