www.flickr.com

Jeso Carneiro

Santarém (Tapajós, Amazônia) e cercanias - fatos, fotos e opiniões.



quinta-feira, janeiro 17, 2008

Poesia

Orgasmo

No leito quente
Corpos ardentes
Emergidos de paixão
Entre sôfregos suspiros
Uma confusão de gemidos
Entoam murmurantes delírios...

A fúria do querer
Desejo lascivo
Num deslizar voraz...

Línguas se acariciam
Bocas insanas roçam mistérios
Assanham a libido...

A vulva se prepara
Solta devagar seu mel
A se derramar como seiva bruta
A molhar a gruta de desejo...

No falo erigido,
O saborear traquino
Do pulsar bandido da ereção...

Promessas loucas são ditas
Fantasias de excitação
Num frenesi de emoção...

A explorar profundo o prazer
Que se dilata
Explode de tesão
Absoluta, louca, ímpar...

O ato se consuma
E o mel, docemente, inunda
Afoga os dois corpos inteiros
Num orgasmo infindo de malícia nua...

----------------

De Socorro Carvalho é poeta santarena.

5 Comentarios:

Anonymous Anônimo Disse...

Socorro! Help! Estou gozando de tanta beleza! Que poema orgástico mais porrêta! Uma delícia, minha querida poeta (poetisa)! Lindíssimo!
Estou longo pra te conhecer...

18 janeiro, 2008 08:40  
Anonymous Anônimo Disse...

Meu Deus do Céu, que poema tão belo? Adivinha que vontade tive agora?

18 janeiro, 2008 12:06  
Anonymous Anônimo Disse...

Não vi poesia no que ela escreveu, mas sim a descrição de uma transa nas suas minúcias...

18 janeiro, 2008 21:15  
Anonymous Anônimo Disse...

Sim, descrição poética com arte, humor, sabedoria e beleza.
Quer mais?
Quem souber fazer, que faça.
Parabéns grande poeta Socorro Carvalho.

19 janeiro, 2008 09:24  
Anonymous piracuí com andiroba Disse...

Me lembrei do Forum da antiga revista ELE/ELA ......existe uma linha sutil entre o pornografico e o poético, nesse poema a autora em alguns trechos escorregou(literalmente).Não precisava ser tão explicita, o horário nãopermite.

22 janeiro, 2008 10:36  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home