www.flickr.com

Jeso Carneiro

Santarém (Tapajós, Amazônia) e cercanias - fatos, fotos e opiniões.



domingo, janeiro 20, 2008

O virtual e o impresso

Nelson Vinencci (*)

Este blog já fez raiva pra muita gente. Mas hoje é, sem dúvida, um fenômeno do meio de comunicação interativa e moderna da atualidade. E digo mais: quem passar por este momento despercebido dessa dinâmica multimídia está dando as costas para um futuro que se constrói a cada segundo nas teclas e telas de cores, movimentos e informações do mundo virtual.

A informação virtual parece doer mais que as das páginas impressas. Pois parece não envelhecer diante dos olhares mais atentos. Os jornais e revistas ficam velhos mais rápidos, perdem a cor, amarrotam, mas o texto colorido do blog é vivo, é atraente, brincam com a informação que aprendemos a cada segundo, a dizer sempre algo de bom ou de ruim.

O jornal pode ser de ontem, o blog é sempre de agora, do instante. A informação dura muito mais tempo, e quando você quer revê-la, basta apenas um clique e algumas rolagens na barra da interface interativa.

Aos mais bravos e resistentes a este veículo informativo, CUIDADO. Pode ser muito tarde. O bom é poder participar da revolução da comunicação.

No blog, você discorda no mesmo instante, em cima do lance; no impresso, tem que pedir à Justiça direito de resposta. No blog, o anônimo é o mais interessante; no impresso, é cheio de frescura ser anônimo. Bacana são os erros ortográficos, gramaticais e sei lá o que mais poderem ser corrigidos a qualquer momento; no impresso, eles, os erros, pertencem à eternidade.

Não! O jornal impresso não vai acabar. Mas a fábrica de papel polui e é antiecológica. A reciclagem é apenas uma alternativa.

------------------------

* É cantor e compositor tapajônico. Escreve regularmente neste blog.

1 Comentarios:

Anonymous Anônimo Disse...

PAH !!! Esse eh o nosso "Cabo." .

Boa !

20 janeiro, 2008 11:44  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home