www.flickr.com

Jeso Carneiro

Santarém (Tapajós, Amazônia) e cercanias - fatos, fotos e opiniões.



sexta-feira, janeiro 25, 2008

Bloco de Alter do Chão vira piada na Folha de S. Paulo

Humorista da Folha de S. Paulo, o jornalista José Simão cita hoje em sua coluna diária no jornal o bloco Eu Não Dou o Meu Cuati, de Alter-do-Chão, e um dos patrocinadores da agremiação, o senador Arthur Virgílio (AM).

Semana passada, o blog noticiou essa parceria.

O, como ele mesmo se intitular, "esculhambador-geral da República", não dormiu no ponto. Fez uma piada.

Eis a íntegra da coluna de hoje do Macaco Simão:

BUEMBA! BUEMBA! Macaco Simão Urgente! O esculhambador-geral da República! Direto do País da Piada Pronta! Avisa ao Lobão, ministro de Minas e Energia, que não é "lâmpida" que se fala, é lâmpada!

E o líder da oposição, senador Arthur Virgílio, patrocina um bloco carnavalesco em Santarém, no Pará, que se chama Eu Não Dou o Meu Cuati! Já sei, é um dado biográfico! Rarará!

Aí junta com aquele bloco de Olinda Já que Tá Dentro, Deixa. Então fica: Eu Não Dou o Meu Cuati, Mas já que Tá Dentro, Deixa. Rarará! É Carnaval! Faltam dez dias para a Grande Festa da Esculhambação Nacional!

E sabe por que a Britney Spears namora um paparazzi? Porque são as únicas pessoas que ela conhece. Nem os filhos ela pode ver mais. Aliás, um amigo me disse que a Britney tá pior que macumba. Porque macumba a gente ainda despacha! Rarará! E dia 6 de janeiro foi Dia de Reis no mundo todo. Menos na Venezuela.

O Hugo Chávez proibiu a comemoração do Dia dos Reis Magos. Porque, se um rei só já manda ele calar a boca, três reis iam mandar ele à merda. Rarará!

E sabe por que as pessoas estão se vacinando duas vezes? Porque o mosquito é flex: pica dengue e pica febre amarela! E o bloco Pacotão de Brasília já lançou sua marchinha pra 2008: "Por que não te calas? Por que não te calas? Por que não te calas?/ Não és amante de senador/ Nem herdeira de mensalão/ Se continuar reclamando/ Vai para a prisão lá no Pará". Cruzes, isso não é marchinha, é maldição.

Aliás, lá em Brasília o problema não é de maldição. É de má dicção! Rarará! É mole? É mole, mas sobe! Ou, como diz o outro: é mole, mas chacoalha para ver o que acontece!

Antitucanês Reloaded, a Missão. Continuo com a minha heróica e mesopotâmica campanha "Morte ao Tucanês". Acabo de receber mais um exemplo irado de antitucanês. É que em Nova York, no sul do Maranhão, tem uma lanchonete incrível chamada "MACaxeira". Rarará! Parece Dias Gomes. Mais direto, impossível. Viva o antitucanês. Viva o Brasil!

E atenção! Cartilha do Lula. Mais um verbete pro óbvio lulante. "Lula": molusco que virou presidente da República. Rarará. O lulês é bem mais fácil que o inglês. Nóis sofre, mas nóis goza. Hoje, só amanhã. Que eu vou pingar o meu colírio alucinógeno! Acorda, Brasil! Que eu vou dormir! Eu sou sonâmbulo!

1 Comentarios:

Anonymous Anônimo Disse...

Caro Jeso,

Infelizmente mais uma vez o Pará vira piada no 'Brasil' ´de fora.

Nosso povo vira chacota e, o pior, é tudo verdade!!!

Poderia agora odiar esse tal de José Simão, mas ele está coberto de razão...até rimou! Rarará (2X), como o "esculhambador-geral da República" mesmo diz!!!


Mariah Olâmpio, mocoronga na Bahia!!!

25 janeiro, 2008 16:41  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home