www.flickr.com

Jeso Carneiro

Santarém (Tapajós, Amazônia) e cercanias - fatos, fotos e opiniões.



segunda-feira, janeiro 07, 2008

Ajudando a construir uma universidade na Amazônia - Parte III

por Aldo Gomes Queiroz (*)


O pioneirismo da década de 1970 – A presença da UFPA em Santarém vem desde a década de 1970, quando, no período de 1971 a 1973, ofereceu cursos de licenciaturas de primeiro grau. Depois de uma longa ausência, retornou no início da década de 1980, oferecendo novas turmas daqueles cursos e complementação de estudos para professores formados anteriormente. Para viabilizar o funcionamento destas novas turmas, o Conselho Superior de Ensino e Pesquisa autorizou a criação do Núcleo de Educação em Santarém, em 14 de outubro de 1970 (Resolução n° 39/70).

Em janeiro de 1986, as administrações superiores da UFPA e da Universidade Federal de Santa Catarina realizaram reunião, em Santarém, para estabelecer critérios sobre a transferência do campus avançado para a UFPA. Nesta reunião, ficou estabelecido a realização do “Seminário de Avaliação e Perspectivas do Campus de Santarém”.

Na oportunidade, Seixas Lourenço recebeu documentos, assinados por vereadores e por autoridades e lideranças de Santarém e região, solicitando sua intercessão junto ao ministro da Educação, Marco Maciel, ao presidente da Fundação Projeto Rondon, Romero Jucá Filho, e ao reitor da Universidade Federal de Santa Catarina, Rodolfo Joaquim Pinto da Luz, “para que o Campus Avançado de Santarém passasse a ser administrado pela Universidade Federal do Pará, para o desenvolvimento de atividades de interesse dessa vasta região, de acordo com as suas reais necessidades”.

Conforme ficou estabelecido na reunião, o seminário ocorreu em abril de 1986. A Universidade Federal de Santa Catarina prestou conta das atividades desenvolvidas no período que esteve à frente do campus avançado e a Universidade Federal do Pará apresentou as perspectivas de trabalho a serem desenvolvidas em Santarém.

A apresentação coube ao pró-Reitor de Extensão, Nilson Pinto de Oliveira, que entre outras ações destacou “a ampliação dos cursos de licenciatura; a integração com o ensino de 1° e 2° graus; o desenvolvimento de pesquisa e extensão nas diversas áreas do conhecimento aproveitando as potencialidades da região; o fomento ao desenvolvimento das vocações tecnológicas culturais e artísticas existentes na comunidade; a necessidade de mobilizar a sociedade para implantação, manutenção e defesa de unidades universitárias no interior do Estado.

O pró-reitor afirmou que o Campus Universitário de Santarém seria a base para a implantação de uma universidade autônoma na região. Para desenvolver suas atividades, a UFPA considerava fundamental o apoio da Fundação Projeto Rondon, de órgãos de fomento ao desenvolvimento regional, do governo estadual e de prefeituras municipais.

Durante o seminário, a universidade fez a entrega de diploma aos concluintes das primeiras turmas da UFPA em Santarém. Os cursos funcionaram no Colégio Estadual Álvaro Adolfo da Silveira. Após o seminário, iniciou-se o processo de transição do campus avançado da UFSC para a UFPA.

O coordenador geral do Campus Universitário de Santarém acumulou a função de diretor adjunto do campus avançado. Neste mesmo ano de 1986, o processo de transição foi concluído. A Faculdade de Ciências Agrárias do Pará assumiu a direção adjunta do campus avançado. Todos os servidores da UFSC passaram para o quadro de funcionários da UFPA.

O ano de 1986 foi marcado pela realização de várias atividades acadêmicas no campus. O objetivo era utilizar adequadamente o espaço cedido pela prefeitura, até então subutilizado.

Em janeiro de 1987, o campus ganhou mais vida com o início dos cinco novos cursos de licenciatura oferecidos pelo Projeto de Interiorização. No entanto, a administração superior da UFPA teve que buscar alternativas para realizar esse primeiro Vestibular da Interiorização, pois as universidades federais estavam em greve. Foi necessário mobilizar toda uma infra-estrutura, inclusive com a impressão das provas na Delegacia do Ministério da Educação, em Belém.

Continua na próxima semana
[Clique aqui], para ler a parte 1 e aqui, para ler a parte II.

------------------------

* Professor, é ex-coordenador do campus da UFPA/Santarém. Foi candidato a vice-prefeito pelo PSDB na eleição de 2004.

0 Comentarios:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home