www.flickr.com

Jeso Carneiro

Santarém (Tapajós, Amazônia) e cercanias - fatos, fotos e opiniões.



quinta-feira, dezembro 27, 2007

Ano novo é tudo igual

por Nelson Vinennci (*)

Com todas as torcidas para um novo ano de muitas alegrias e tranqueiras, vamos caminhando a passo lento, bem devagar com andor, para cruzarmos a linha de chegada. Começar o ano de bem com a vida é muito importante, mas se não der também não se desespere. Essas datas são fictícias, servem para vencer pagamentos e algumas promessas que acabamos nos impondo pela armação de muitas palestras e livretos baratos de auto-ajuda, esses que nos impulsionam para nos nivelar a todos que tem algum sucesso.

Não sou obrigado a ser uma pessoa de sucesso. Nem por por isso também tenho que morrer à míngua. Lembre-se do velho ditado chinês, “O sol nasce para todos”. Eu acredito nisso, realmente nasce para todos, mas em alguns vai arder em outros vai bronzear. Então, mano, não esquenta a cabeça, toma tua cervejinha, come teu porco assado, se não der fica em casa dormindo e leva a vida numa boa.

Tem gente suficiente neste planeta para mudar as coisas e logo as mudanças chegam até você. Feliz ano novo.

Encha sua lata se puder, reze muito se gostar, chore bem se lhe couber, mas se essas praias não forem as suas sorria e durma no cabaré com as raparigas que tá tudo bem. O importante é se manter vivo. Nós, brasileiros, damos um jeitinho pra tudo, somos criativos e como diz aquela frase quase infeliz: “sou brasileiro e não desisto nunca”.

É isso mesmo: desistir é meio covarde. Então, não desista, muito embora haja momentos que é melhor dar uma desistidinha.

Tchauuuuu 2007, chegue mais 2008!

-------------------------

* É cantor e compositor tapajônico

6 Comentarios:

Anonymous Anônimo Disse...

Jeso, de todos os comentaristas do seu blog esse é, sem dúvida nenhuma, o mais medíocre. É inútil continuar insistindo com este rapaz que não tem nada a dizer.

28 dezembro, 2007 07:35  
Anonymous Anônimo Disse...

Não é a mesma coisa o que penso. E é por isto que a pluralidade de idéias e a diversidade cultural deve ser compreendida e respeitada.
Todos têm direito a expor seus pensamentos, e quem discorda, a também apresentar sua versão. Afinal, a unanimidade é mesmo uma burrice.
E como prefiro me identificar, assino, mesmo me expondo a um réplica de quem escreveu o comentário anterior. Só espero que se limite ao conteúdo.
E, aproveitando o ensejo, feliz 2008 a todos, inclusive para aqueles que optarem por uma forma difeente e inusitada, ou até mesmo preferirem entender a mudança como a de um outro dia qualquer.
Prof. Dr. Anselmo Alencar Colares

28 dezembro, 2007 17:18  
Anonymous Anônimo Disse...

Nelson - se na maioria das vezes pensar ao contrário já incomoda, imagine escrever e se expondo .
Como diz a letra "deixe que digam que pensem, deixa isso pra lá" ...
Continue a expor meu caro . Se o Presidente disse que temos dois ouvidos um para ouvir vaia e o outro para os aplausos ... graças a Deus vc tem dois bons olhos ...
leia a bronca com um e leia o elogio com o outro ... e siga em frente ... Bom Ano novo e devagar com as latinhas porque elas teimosamente insistem em nos procurar .. uma coisa chata ... Xô latinhas ...
Dr Anselmo com maestria expôs o que deveria ser dito .. Um bom Ano ao senhor Dr Colares , saúde e mais desafios ...

Antenor Giovannini

28 dezembro, 2007 22:16  
Anonymous Anônimo Disse...

Égua do ralho! Caboclo das 7:35 se eu fosse você desistiria de ser anônimo e entraria o ano sem essa.

Cláudio Zing

29 dezembro, 2007 10:18  
Anonymous Anônimo Disse...

Cabo, vc causa reacao meeeermo.Va em frente e nao tema nada a nao ser D'Us.
San Payo

29 dezembro, 2007 13:09  
Anonymous Anônimo Disse...

Concordo com o Nelson.
Às vezes não se pode levar a vida tão a sério.
Com certeza muitos de nós nem lembra das promessas das últimas viradas de ano.
Vamos viver a vida simplesmente. Como se cada dia fosse o último... ou não!

Romy Eduardo CAstro

02 janeiro, 2008 16:04  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home