www.flickr.com

Jeso Carneiro

Santarém (Tapajós, Amazônia) e cercanias - fatos, fotos e opiniões.



domingo, novembro 04, 2007

Imagens de Santarém

Foto: Celivaldo Carneiro
Orla em obras (Santarém - PA)

Obras de construção da 2a. etapa da orla de Santarém.

6 Comentarios:

Anonymous Anônimo Disse...

Tudo em nome do progresso...parece brincadeira, ontem seriamos todos curvados diante da honra, agora e amanha nos pertencemos a uma outra coisa chamada galaxia tapajonica.
boa noite

04 novembro, 2007 17:21  
Anonymous Anônimo Disse...

E mai uma obra que esta saindo do papel pela bagatela de 3,5 milhões e olha que e so 250m. Ou seja a orla da república do cipoal custou 12 milhões e ela tem 750m, se o atual governo fizer o restante que falta 500m vai custar somente 10,5 milhões e olha que estamos em 2007 onde os custos aumentaram relativamente. Agora deixo uma pergunta o que a obra da república do cipoal custar tão cara? sera que ela foi superfaturada? olha que a orla que esta sendo construida agora até arborizada vai ser e vai ter inclusive um pequeno porto vai ser dotadas de varios outros aparelhos que a atual orla não tem. O pior de tudo isso e que vem anônimos no blog tentar dizer quem o desgoverno da república do cipoal era sério, isso parece peiada de prtesidiario, faz me rir. vao contar outra eu tentar explicar onde o Lira Maia gurdou o dinheiro que sumio do bolso do contribuinte inclusive o seu.

04 novembro, 2007 18:39  
Anonymous Nelson Wisnik Disse...

As obras de continuação da orla suscitam mais uma questão: incompetência ou má fé?
Inicialmente, há alguns meses, foram cravadas estacas para receberem as passarelas sobre elas, as quais foram também concretadas e empilhadas sobre o cais. Agora, na continuação das obras, cerca de 15% das estacas que haviam sido cravadas foram retiradas (até o momento) e outras estruturas estão sendo construídas. Estacas e serviço de bate-estaca foram desperdiçados.
Aliás, quem passa pela orla durante o dia tem oportunidade também de observar a enorme quantidade de estacas que já haviam sido deixadas no leito do rio, agora descoberto. Somente entre a Praça da Igreja Matriz e a Travessa dos Mártires é possível contar 36 (trinta e seis!) estacas abandonadas.

05 novembro, 2007 10:00  
Anonymous Anônimo Disse...

Fiz um comentário sempretenção de causar constrangimento em ninguém, como cidadão tenho o direito de saber como anda a situação dos politicos de minha cidade, gostaria que vocês como jornalistas dessem alguma informação sobre o Osmando Figueiredo, quando de sua prisão na operação que não recordo no momento o nome, não só dele mais de outros como o peloso, a pergunta é, tinha fundamento, vale apena a policia fazer todo esse estardalhaço como fez? essa indagação é porque o mesmo Osmando participou da construção da primeira parte da construção da orla, como está participando da segunda, isso é uma honra pra qualquer politico, que ajuda no crescimento turistico de nossa cidade.

05 novembro, 2007 18:34  
Anonymous Anônimo Disse...

Osmando não pode ver uma estaca em pé que lá ele estará participando.

06 novembro, 2007 09:54  
Anonymous Anônimo Disse...

Essa imagem da orla é linda, me lembra os tempos do palmeirita, pra quem não sabe, é o cruzamento da tapajós com felisbelo, subindo para a sede do veterano,pois é na época de jovem apreciavamos o luar tomando aguardente costa e silva comendo acari assado misturado com areia e limão,escultando às histórias do mundico, aquele parente do falecido zé buaco...não acredito que o Osmando não possa ver uma estaca em pé que pede logo pra sentar,haaaa...dúvido o hombre e duro na queda conhece todas às maracutais politicas, sabe até quantas estacas sobraram da orla super faturada de seu amigo vira maia.
Tenho 75 anos é quero ver ainda a frente de nossa cidade com altas piracaias. Jeso, promova uma piracaia, mas pra essas bandas, não pras bandas dos intelectuais.Abraços.

06 novembro, 2007 23:02  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home