www.flickr.com

Jeso Carneiro

Santarém (Tapajós, Amazônia) e cercanias - fatos, fotos e opiniões.



terça-feira, setembro 04, 2007

Passado e presente

Do professor-doutor Anselmo Colares, santareno residente em Rondônia, sobre a nota Direção pedagógica:

Sinais dos tempos: Quando "migrei" para o PDT (chegando à sua presidência) fui muito criticado por alguns companheiros, entre eles o Adelson. Demorou, mas ele deve ter entendido que, às vezes, somos obrigados a mudar de ambiente quando não conseguimos mudar o ambiente. E principalmente quando o que defendíamos não mais existe.

Espero que encontre nesta sigla espaço para continuar com suas convicções, como eu tive na época em que fiz a migração. No fundo, eu me sentia muito mais "original" do que muitos dos que haviam permanecido na outra sigla. E o tempo confirmou minha intuição. Aliás, outros tempos aqueles em que havia mais convicção e menos oportunismos.

Bom êxito, meu amigo Adelson.

1 Comentarios:

Anonymous Anônimo Disse...

Agradeço ai as manifestações favoráveis ou não a essa minha primeira filiação partidária.
Sempre agi politicamente de forma determinada causando incomodação. Não está diferente, até pelos comentários postados no blog. Talvez por isso, não por opção, tenha vindo parar em Itaituba.
Nunca fui filiado a partido algum, mas sempre, repito, mantenho um posicionamento político e defendo minhas convicções. Posicionamento tido como radical para alguns. Isso é ponto de vista dos outros com relação a meu modo de agir ou defender idéias. Talvez por que não sou do tipo de contar estórias me colocando na posição de super herói, para conseguir um cala a boca através de terceiros, quando uma antiga ou nova paixão política partidária chega ao poder.
Aliás manifestar-se politicamente, defender idéias, trabalhar pelo interesse coletivo não exige filiação partidária, por isso estou a vontade com relação a ingressar em um partido.
Se alguém já teve a curiosidade de ler alguns dos estatutos de diferentes partidos pode ter percebido que são basicamente iguais: parece tratado para levar gente para o céu. Algo assim como aquele personagem Tim Tones do programa humorístico estrelado por Chico Anísio.
Acho até que muitos desses estatutos partidários foram usados para fundamentar os princípios de várias dessas igrejas caça níqueis existentes por ai.
Outra coisa, não lembro de ter criticado a filiação ao PDT do amigo e professor Anselmo Colares, por quem tenho grande respeito e com quem disputei e venci uma eleição para a presidência do Sindicato dos Radialistas de Santarém. Mas se na oportunidade ele entendeu dessa forma tem suas razões.
Por fim aos que se preocupam com interferências externas no PDT de Itaituba, pelo jeito já entro pronto para a saída. Estou fora, se aqui por acaso tiver a interferência de políticos do tipo Osmando Figueiredo, aquele que começou na política de Santarém com Ruy Corrêa, se aliou a Lira Maia e agora se juntou a Maria do Carmo, ou seja sempre cola em quem está chegando ao poder. Estou fora! Uma saída a pedido ou por expulsão, que nestas circunstâncias não fará diferença nenhuma.

Adelson Sousa

06 setembro, 2007 11:12  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home