www.flickr.com

Jeso Carneiro

Santarém (Tapajós, Amazônia) e cercanias - fatos, fotos e opiniões.



segunda-feira, setembro 03, 2007

Intelecto

De Antenor Giovaninni, sobre a pensata A importância da publicidade no processo, da lavra de José Ronaldo Dias Campos:

Caro Dr. Ronaldo,

Numa troca de e-mails com um amigo , tambem advogado de longa data, ele expressa o sentimento que é de todos quanto a postura da imprensa nesse e outros tantos fatos que ocorrem em nosso País. Permita-me transcrever o pensamento deste meu amigo:

... E quero acrescentar mais um aspecto. Afinal, o que é a mídia senão a expressão ordenada, instrumentalizada da vontade da sociedade ou, no mínimo, de parte dela? Essa alegada pressão da midia nada mais é que a pressão de uma parte da sociedade e é exatamente assim que se constríi uma sociedade. De que outra maneira a sociedade deveria se expressar?

O PT e seus anencéfalos responderiam com o MST, essa organização criminosa a quem os vetustos e obsoletos revolucionários de plantão emprestam uma fisionomia ideológica. O mundo civilizado, no entanto, reage com o intelecto (alguém que se voluntarie a esclarecer a essa malta o que é intelecto e como se usa). A imprensa, a midia, são instrumentos valiosos para o uso do intelecto.

6 Comentarios:

Anonymous O Escrotinho Disse...

Grande Adelson, meu amigo, bom senso, inteligente, com certeza o PDT estará em boas mãos na cidade de Itaituba.
Isso se o "cabeçudo" não for lá estragar...rs...

03 setembro, 2007 17:06  
Anonymous Anônimo Disse...

Êita direitona velha de guerra, mas é bom saber que ela ainda existe, só assim saberemos em quem vamos bater...rs...

03 setembro, 2007 17:08  
Anonymous Anônimo Disse...

Mas afinal de conta o que seria essa Mídia?
A familia Marinho? Os Maioranas? Os Barbalhos? Os Civitas? Os políticos que se apropriaram das concessões públicas? Está se falando de uma minoria da minoria.
Confundir opinião pública com a opinião publicada por uma minoria que monopoliza os meios de comunicação é um exagero.
MST uma organização criminosa? Criminoso são aqueles que se apropriam das terras públicas, as concentram e expulsam seus legítimos donos. Esses seriam os civilizados?
Aqui está exposta mais que uma divergência sobre o uso do intelecto.

Tiberio Alloggio

03 setembro, 2007 18:02  
Anonymous Anônimo Disse...

O MST não é nenhum movimento criminoso. Buscam legitimar o direito de acesso a terra.
Criminosos são aquelas pessoas que de intitulam "agricultores que produzem alimentos", os quais chegam nas terras daqui e praticam a famosa grilagem. Isso é público e notório. Os soja que plantam serve de ração para os bois e vacas da Europa.
Por outro lado, a minoria que comanda a mídia no Brasil jamais aceitarão que um ex-operário governe o País e consiga, como ocorre, colocar no patamar que se encontra atualmente. Eles torcem todo o dia para que ocorra outra crise na economia mundial e o País tombe, colhendo as mazelas desse fenômeno.
A mídia tem um grande Poder. Consegue derrubar até Presidente, que diga o Collor.
O intelecto deve ser exercido em prol da coletividade e não somente para alguns "minados" que vivem nos "castelos" nos bairros do Murumbi, Alphaville etc.
Por fim, o pensamento postado, reflete que no País se tem pessoas ainda ultra conservadoras. Inaginam que o período de "chumbo" ainda não acabou. Também de quem é o signatário isso ja era previsível.

03 setembro, 2007 20:59  
Anonymous Nelson Wisnik Disse...

Para não ficar só no eruditismo de Darcy Ribeiro, vale a pena ler o irônico cordel de José Orair da Silva.

CRITICAR A IMPRENSA É PECADO!

Critique o legislativo, o executivo e até o judiciário.
Critique o alto salário do político salafrário.
Critique o padre e o prefeito,
Critique quem não cumpre direito com a sua obrigação.
Critique o papa, a igreja evangélica, o pastor da televisão,
Mas a imprensa não critique não...
A imprensa está acima de tudo e não tem nenhum defeito.
Não é instituição humana.
Tudo que faz é perfeito e pode a todos criticar,
pois é o guia da nação.
Criticar a imprensa é pecado, é crime de opinião.
Eu a sigo, reverente, e ela marcha à minha frente como um farol na escuridão.
Me diz o que é certo e errado e eu reconheço embasbacado, que ela sempre tem razão.
Dizem que sou alienado e que eu não paro pra pensar, e eu digo: "Pra que pensar ?
Se a imprensa pensa por mim e eu sou tão feliz assim?"

11 setembro, 2007 11:06  
Anonymous Nelson Wisnik Disse...

Em “O Povo Brasileiro: a formação e o sentido do Brasil” o antropólogo Darcy Ribeiro já havia alertado para o fato do estamento gerencial de empresas estrangeiras se inserir, expandir e passar a predominar sobre as classes dominantes, constituídas pelos patronatos oligárquico e moderno e pelos patriciados estatal e civil, controlando a mídia, moldando a opinião pública. Mais ainda, elegendo parlamentares e governantes, “... manda, enfim, com desfaçatez cada vez mais desabrida”.
Tinha razão, comprovações diárias não nos faltam, nem mesmo aqui em Santarém.

11 setembro, 2007 16:33  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home